Como fazer perguntas ao Tarot?

Há quem advogue que para que o Tarot responda de forma fidedigna, é preciso saber fazer a pergunta de modo correto. Mas qual é o modo correto? Como saber se estou a fazer a pergunta certa, da maneira certa? Há muita controvérsia à volta desta questão e muita gente complica o que me parece ser muito simples. Usar o Tarot como ferramenta de desenvolvimento pessoal, como ferramenta terapêutica de crescimento e evolução é uma prática como outra qualquer (meditação, fazer desporto, aprender uma arte, orar) e deve ser feita com apenas duas ferramentas à mão: abertura mental e espiritual.

Na minha opinião, quando não sabes como fazer a pergunta, em vez de stressares e ficares em “desiquilíbrio”, deves apenas respirar fundo e pedir ajuda e orientação aos teus guias superiores, acreditando que “eles” (o teu EU MAIOR) te guirão para a área da tua vida que precisa de mais atenção neste momento. A este tipo de perguntas chamo: “perguntas abertas”.

Posto isto, escolhes a tua tiragem e verificas a presença ou ausência de Arcanos Maiores (a presença significa que é uma área importante e que está a receber energias bastante fortes e sobre as quais não tens grande influência) e reparar no(s) naipe(s) em destaque.

Interpretando os naipes

Se te sairem (maioritariamente) Paus pergunta-te: O que desejo? Como posso expressar critativamente a energia que está presente? Que ações me estão a ser apresentadas? Que passos devo dar nas direções aqui apresentadas?

As Virtudes deste naipe são: criatividade, entusiasmo, empreendedorismo, paixão.

Os Vícios são: orgulho, desassossego, obstinação

Associa-se à estação do ano da Primavera e segundo Jung liga-se à nossa intuição.

 

Se te sairem (maioritariamente) Copas pergunta-te: O que amo? Estou a sonhar e fantasiar com o quê? O que estou a sentir? Como estou a responder emocionalmente? Como estão as minhas emoções a interferir na questão?

As Virtudes: serenidade, amor, alegria, carinho, amor.

Os Vícios: mau humor, cansaço emocional e psíquico, excessos.

Associa-se à estação do Verão e segundo Jung liga-se às nossas emoções.

 

Se te sairem (maioritariamente) Espadas pergunta-te: onde está o foco dos meus pensamentos? Que decisões estou a enfrentar? Qual o conflito ou tensões que estão presentes? Como estou a comunicar?

As Virtudes deste naipe são: coragem, força, verdade e justiça.

Os Vícios são: irreflexão, críticas, medo, confusão, agressividade mental e verbal.

Associa-se à estação do Outono e segundo Jung liga-se aos Pensamentos.

 

Se te sairem (maioritariamente) Ouros pergunta-te: O que valorizo? Onde encontro a minha estabilidade e segurança? Que objetivos estou a concretizar? Que mensagens me está a dar o meu corpo físico?

As Virtudes deste naipe sao: conhecimento e capacidade, estabilidade, resistência.

Os Vícios são: stress, ansiedade, teimosia, incapacidade de mudança, ganância.

Associa-se à estação do Inverno e segundo Jung às Sensações Físicas (ou 5 sentidos).

 

Resumindo, uma tiragem com ênfase particular num naipe aponta a área da vida que te está a ser mostrada (Paus ♣- criatividade e empreendimentos; Copas ♥ –  emoções e o mundo psiquíco; Espadas ♠ – pensamentos e desafios e Ouros ♦ – trabalho, dinheiro e saúde).

Os naipes são também elucidativos de alguns bloqueios. Imagina que fizeste uma pergunta acerca da tua vida amorosa e sairam-te maioritarimente espadas ou ouros. Isto significa que neste momento, o teu maior desafio tem a ver com os teus pensamentos, a forma como comunicas e  com a tua saúde física e mundo do trabalho. Ou então fizeste uma pergunta acerca da tua vida profissional e saiu maioritariamente copas! Tens que avaliar de que forma as tuas emoções e o teu mundo psíquico estão a interferir na tua área profissional!

Agora, pega no teu baralho ( se não tens um baralho de Tarot, pega num baralho de cartas normais!!! Serve perfeitamente para este exercício, pois a única coisa que não tem são os Arcanos Maiores), respira fundo e interpreta a tua mensagem!

Namastê!

Guardar

Sharing is Caring

Leave a Reply

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Gostaste deste blog? Espalha a palavra:)