9 de Copas

O número 9 representa o fim de um ciclo ao mesmo tempo que abre caminho para possibilidade mais profundas. É considerado um número misterioso. Em muitas tradições esotéricas existem 9 céus. Ele faz referência às coisas absolutas, plenas. A nossa numeração decimal está baseada no número 9, que é o zero num ciclo superior de numeração. 9 é o número de meses de gestação de um criança! Representa o poder dos números triplos e também o número do infinito (9999999999999999…)

Os noves dos arcanos menores ligam-se ao Arcano Maior do Eremita e da Lua.

O naipe de Copas associa-se à estação do Verão e representa o elemento Água. Está por isso, associado às emoções, sentimentos, intuição e amor. Ele abrange todo o espectro de sentimentos humanos, desde a esperança e alegria, à perda, dor e tristeza. As Copas descrevem estados inatos internos, sentimentos e padrões de relacionamento.

O 9 de Copas, também chamado de  “Preguiça” ou “As Bençãos do Prazer” noutros baralhos esotéricos, associa-se à realização pessoal, satisfação e plenitude. Mostra a alegria de viver a vida, a despreocupação, a sociabilidade e o divertimento. Alguns autores consideram-na a carta da sorte em questões de Amor!

No entanto, tal como todas as outras cartas, quando esta energia está negativamente polarizada, denota excessos, vícios, abusos, problemas com álcool e drogas, fanfarronice e arrogância. Enquanto que no seis de copas o prazer vem de dentro para fora, aqui estamos perante um prazer que vem de fora para dentro e é necessária uma avaliação interna para discernir se não estaremos a transformação esse prazer externo em compensação por algum “vazio” interno.

Com Amor,

GaiaNamastê!

Sharing is Caring

9 de Espadas

O número 9 representa o fim de um ciclo ao mesmo tempo que abre caminho para possibilidade mais profundas. É considerado um número misterioso. Em muitas tradições esotéricas existem 9 céus. Ele faz referência às coisas absolutas, plenas. A nossa numeração decimal está baseada no número 9, que é o zero num ciclo superior de numeração. 9 é o número de meses de gestação de um criança! Representa o poder dos números triplos e também o número do infinito (9999999999999999…)

Os noves dos arcanos menores ligam-se aos Arcanos Maiores do Eremita e da Lua.

O naipe de Espadas liga-se ao elemento Ar que representa a mente racional, o intelecto, a palavra falada e a informação. Está associado à estação do Outono.  Este naipe mostra a forma como lidamos com os conflitos interiores e exteriores.

O nove de Espadas, também chamado de “Tristeza” e “Os Barulhos Noturnos”, representa um período de depressão, ansiedade, medo, angústia, tristeza e profunda preocupação. Mostra os pensamentos obsessivos que são consequência de algo que fizemos e nos provoca receios, sentimentos de culpa, medos e consciência pesada. Reflete o medo do abandono e a dor da separação. Pode ser o tormento da solidão ou o medo de perder alguma coisa (amor, emprego, amigos…). Quando alguém chega a este ponto é importante procurar ajuda terapêutica e falar sobre o assunto, pois todos os problemas têm solução! Atraimos aquilo em que focamos a nossa atenção e esta carta alerta-nos para isso mesmo! É hora de mudar os nossos pensamentos para que a nossa vibração também mude. Viver no presente é uma boa forma de transmutar esta energia densa do 9 de espadas.

O passado já passou e o futuro depende daquilo que fazemos no presente.

Com Amor,

GaiaNamastê!

Sharing is Caring

9 de Ouros

O número 9 representa o fim de um ciclo ao mesmo tempo que abre caminho para possibilidade mais profundas. É considerado um número misterioso. Em muitas tradições esotéricas existem 9 céus. Ele faz referência às coisas absolutas, plenas. A nossa numeração decimal está baseada no número 9, que é o zero num ciclo superior de numeração. 9 é o número de meses de gestação de um criança! Representa o poder dos números triplos e também o número do infinito (9999999999999999…)

Os noves dos arcanos menores ligam-se aos Arcanos Maiores do Eremita e da Lua.

O naipe de Ouros está associado ao elemento Terra e à estação do Inverno. Refere-se tradicionalmente ao mundo dos negócios, empreendimentos, dinheiro e ao corpo físico. Este naipe também denota a importância (ou valor) que damos às coisas e a forma como gerimos os nossos recursos materiais.

O 9 de Ouros também chamado “Colher Frutos” e “A independência”, representa um período de abundância, segurança, serenidade, riqueza e bem estar.  Esta segurança e tranquilidade faz-nos sentir interiormente afortunados e em harmonia. Após o período de trabalho intenso no oito, atingimos o merecido descanso! Representa as pessoas solteiras ou de bem com a sua própria solidão e independência.

Esta carta raramente tem um aspeto negativo. Quando parece não se adequar à situação que estamos a experienciar e aparece numa tiragem, apenas indica a necessidade de nos mimarmos e cuidarmos, a necessidade de encontrarmos momentos de solidão e introspeção; de fazermos um retiro espiritual; de termos mais confiança em nós próprios, de fazermos algo que amamos.

Com Amor,

GaiaNamastê!

Sharing is Caring

9 de Paus

O número 9 representa o fim de um ciclo ao mesmo tempo que abre caminho para possibilidade mais profundas. É considerado um número misterioso. Em muitas tradições esotéricas existem 9 céus. Ele faz referência às coisas absolutas, plenas. A nossa numeração decimal está baseada no número 9, que é o zero num ciclo superior de numeração. 9 é o número de meses de gestação de um criança! Representa o poder dos números triplos e também o número do infinito (9999999999999999…)

Os noves dos arcanos menores ligam-se ao Arcano Maior do Eremita e da Lua.

O naipe de Paus liga-se ao mundo da energia, criatividade, ação, dinamismo, aventura, confiança, pois pertence ao elemento do Fogo. Representa o desejo de crescer, a inspiração que faz mover o mundo, as aspirações orientadas para o futuro, o propósito por trás de cada acção no mundo físico, o correr riscos…É a polaridade yang ou masculina da energia. Aqui a energia flui para o exterior e gera paixão e envolvimento ou tensão e conflito.

O 9 de Paus, também chamado “Força Espiritual” e ” A força de Vontade” noutros baralhos, simboliza persistência, resiliência, cautela, endurecimento, prudência e ou atitudes defensivas. Quando chegamos a esta fase, já completamos um período de criação e sentimos necessidade de proteger aquilo que conquistamos. A verdade é que muitas vezes essa necessidade de nos protegermos ou o medo de perdermos alguma coisa não é real…é fruto de más experiências anteriores e precisa ser transmutado em força de vontade e persistência!

Quase sempre é uma alerta para nos mantermos seguros e firmes das nossas decisões e confiarmos na nossa experiência e resiliência para ultrapassar qualquer obstáculo. Estamos sempre conectados ao nosso Eu Maior e esta carta relembra-nos disso mesmo.

Com Amor,

GaiaNamastê!

 

Sharing is Caring

8 de Espadas

O número 8 é o símbolo do equilíbrio cósmico da dualidade em nós (o símbolo do infinito na horizontal) e representa uma oitava mais elevada de vibração. As quatro direções cardeais e as quatro intermediárias formam o 8 na Rosa dos Ventos, que denota a ideia de totalidade. Está ligado ao equilíbrio e à justiça, pois é um número de mediação, que tem valor entre o círculo e o quadrado, o céu e a terra, conferindo-lhe uma posição intermediária no mundo.

O número 8 é forte nas culturas orientais. Os japoneses por exemplo, conferem valor e poder sagrados a esse algarismo e consideram-no um número da sorte. O milagre da ressurreição e o episódio da transfiguração do corpo de Cristo na tradição cristã, são simbolizados igualmente pelo número 8, porque ele representa o início de uma nova vida. No Génesis após o sexto dia da criação e o sétimo de descanso, o oitavo dia representou a conclusão de tudo e o início de um novo ciclo.

No Tarot o número 8 refere-se à completude, ao caráter totalizador, ao final de um ciclo para o início de outro (associa-se à carta da Força que abre o 2º caminho da Viagem do Louco e à carta da Estrela).

O naipe de Espadas liga-se ao elemento Ar que representa a mente racional, o intelecto, a palavra falada e a informação. Está associado à estação do Outono.  Este naipe mostra a forma como lidamos com os conflitos interiores e exteriores.

O 8 de Espadas, também chamado ” Culpa” ou “Prisão Mental” noutros baralhos denota uma situação em que o elemento Ar, por isso, os nossos pensamentos nos causam tensão e conflito interiores. Contrariamente ao movimento expansivo dos outros naipes, aqui ela representa a restrição, a limitação, a falta de confiança para avançar, a impotência e os medos que nos bloqueiam. Todas estas cargas negativas estão, muitas vezes, mais no  nosso interior do que no exterior!  Sob a influência desta carta é comum ocultarmos certas facetas da nossa personalidade, não mostrando o nosso verdadeiro Eu aos outros, ora por medo ora por falta de confiança e amor próprio. Sentimos-nos literalmente presos sem conseguirmos perceber que a prisão é apenas mental e está ao nosso alcance escolher a Liberdade! Existe sempre outro caminho para percorrer…existe sempre o livre arbítrio, o poder da escolha.

Com Amor,

GaiaNamastê!

 

Sharing is Caring
Previous Posts Next Posts
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Gostaste deste blog? Espalha a palavra:)